Câmbio 28/06

Voltar para informações

João Pessoa é uma cidade privilegiada. Centro Histórico e monumentos preservados, arborizada, tranquila e uma orla com águas límpidas e cristalinas, alinhadas a arrecifes, corais, uma fauna marinha das mais ricas e fascinantes.

Tombado pelo IPHAN como Patrimônio Cultural da Humanidade, o Centro Histórico de João Pessoa possui relíquias como a Igreja São Francisco, um dos mais importantes complexos barrocos do Brasil; a Casa da Pólvora, construída durante a ocupação holandesa; o Hotel Globo, que retrata a arquitetura dos anos 30 do século XX; o Ponto de Cém Réis, os casarios em art-noveau da Praça Antenor Navarro, dentre outras construções espalhadas pela região que também possui a bela vista do Rio Sanhauá como cenário.

Rica e diversificada, a culinária paraibana traz o frescor dos frutos do mar, pratos típicos à base de carne de sol e de bode. tem o originalíssimo "arrumadinho" e o baião de dois. Isso, sem falar na tapioca, no cuscuz, nos queijos de coalho e manteiga e nas deliciosas frutas tropicais.

Estação de Cabo Branco - Trata-se de um projeto arquitetônico ousado, assinado pelo arquiteto Oscar Niemayer. Foi planejado para ser um polo de difusão do saber científico, tecnológico, cultural e artístico.

Praia do Cabo Branco
Praia do Cabo Branco

Praia do Cabo Branco

Crédito: Cacio Murilo/MTur

Praia de Tambaú
Praia de Tambaú

Praia de Tambaú

Crédito: Cacio Murilo/MTur

Eu Amo Jampa Praia de Tambaú
Eu Amo Jampa Praia de Tambaú

Eu Amo Jampa Praia de Tambaú

Crédito: Cacio Murilo/MTur

Igreja São Francisco
Igreja São Francisco

Igreja São Francisco

Crédito: Cacio Murilo/MTur

Igreja São Francisco
Igreja São Francisco

Igreja São Francisco

Crédito: Cacio Murilo/MTur

Farol de Cabo Branco
Farol de Cabo Branco

Farol de Cabo Branco

Crédito: Cacio Murilo/MTur

Estação Ciências de Cabo Branco
Estação Ciências de Cabo Branco

Estação Ciências de Cabo Branco

Crédito: Cacio Murilo/MTur

Estação Ciências de Cabo Branco
Estação Ciências de Cabo Branco

Estação Ciências de Cabo Branco

Crédito: Cacio Murilo/MTur

Mercado do Artesanato
Mercado do Artesanato

Mercado do Artesanato

Crédito: Cacio Murilo/MTur

Mercado do Artesanato
Mercado do Artesanato

Mercado do Artesanato

Crédito: Cacio Murilo/MTur

Mas, a capital paraibana tem em suas piscinas naturais um cartão-postal do Nordeste brasileiro. Formadas entre os arrecifes de corais durante a maré baixa, as piscinas são um refúgio para inúmeras espécies de peixes coloridos que se alimentam bem perto dos visitantes. Em qualquer época do ano, é possível desfrutar das piscinas naturais de Picãozinho, Seixas e Caribessa. São cenários deslumbrantes.

Picãozinho – As piscinas naturais ficam na praia de Tambaú, a cerca de 1,5km de distância. O passeio dura em média 3 horas e pode ser feito em embarcações do tipo catamarã. A principal atração do passeio é a beleza do ambiente marinho: corais, várias espécies de peixes, algas e a possibilidade de mergulhos com cilindro ou com snorkel.

Picãozinho
Picãozinho

Picãozinho

Crédito: Destino Paraíba-PBTUR

Picãozinho
Picãozinho

Picãozinho

Crédito: Destino Paraíba-PBTUR

Picãozinho
Picãozinho

Picãozinho

Crédito: Destino Paraíba-PBTUR

Picãozinho
Picãozinho

Picãozinho

Crédito: Destino Paraíba-PBTUR

Seixas – Ponto mais Oriental das Américas, localiza-se a leste da cidade de João Pessoa, a quatorze quilômetros do centro da cidade e a três quilômetros ao sul do bairro de Cabo Branco.

Crédito: Denise Sartori

Ponto Oriental das Américas
Ponto Oriental das Américas

Ponto Oriental das Américas

Crédito: Denise Sartori

A praia do Seixas também oferece aos visitantes a possibilidade de conhecer piscinas naturais a poucos quilômetros da orla. Com águas cristalinas que mesclam tons azulados e esverdeados, estas são as maiores piscinas de corais do litoral paraibano, onde é possível observar diversos tipos de peixes coloridos, fazendo mergulho com cilindro ou snorkel.

Praia do Seixas
Praia do Seixas

Praia do Seixas

Crédito: Destino Paraíba-PBTUR

Praia do Seixas
Praia do Seixas

Praia do Seixas

Crédito: Destino Paraíba-PBTUR

Praia do Seixas
Praia do Seixas

Praia do Seixas

Crédito: Destino Paraíba-PBTUR

Praia do Seixas
Praia do Seixas

Praia do Seixas

Crédito: Destino Paraíba-PBTUR

Caribessa – A praia do Bessa fica na área norte da orla de João Pessoa. Conhecida pelos bares e restaurantes, a praia tem um trecho conhecido como Caribessa. São cerca de 1 km de areias brancas, águas mornas e tranquilas, propícias para a prática de stand-up, caiaques ou mergulhos nos corais. A pouco mais de 900 metros da praia existe uma formação de corais que atraia visitantes de todas idades.

Praia do Bessa
Praia do Bessa

Praia do Bessa

Crédito: Destino Paraíba-PBTUR

Praia do Bessa
Praia do Bessa

Praia do Bessa

Crédito: Destino Paraíba-PBTUR

Praia do Bessa
Praia do Bessa

Praia do Bessa

Crédito: Destino Paraíba-PBTUR

Praia do Bessa
Praia do Bessa

Praia do Bessa

Crédito: Destino Paraíba-PBTUR

Litoral Norte paraibano é repleto de surpresas. Distante 18 km da capital João Pessoa, temos a cidade portuária de Cabedelo. Pequena, porém repleta de curiosidades. O quilômetro zero da rodovia Transamazônica começa no litoral da Paraíba. É lá que temos o famoso e único pôr do Sol do Jacaré, onde o músico Jurandir do Sax bateu o recorde que consta no Guinnes Book, por executar há mais de 20 anos o Bolero de Ravel.

Praia do Seixas Cabedelo
Praia do Seixas Cabedelo

Praia do Seixas Cabedelo

Crédito: Cacio Murilo/MTur

Praia do Seixas Cabedelo
Praia do Seixas Cabedelo

Praia do Seixas Cabedelo

Crédito: Cacio Murilo/MTur

Bolero de Ravel  Praia do Jacaré
Bolero de Ravel  Praia do Jacaré

Bolero de Ravel Praia do Jacaré

Crédito: Cacio Murilo/MTur

Fortaleza de Santa Catarina Cabedelo
Fortaleza de Santa Catarina Cabedelo

Fortaleza de Santa Catarina Cabedelo

Crédito: Cacio Murilo/MTur

Fortaleza de Santa Catarina Cabedelo
Fortaleza de Santa Catarina Cabedelo

Fortaleza de Santa Catarina Cabedelo

Crédito: Cacio Murilo/MTur

Fortaleza de Santa Catarina Cabedelo
Fortaleza de Santa Catarina Cabedelo

Fortaleza de Santa Catarina Cabedelo

Crédito: Cacio Murilo/MTur

Praia do Jacaré
Praia do Jacaré

Praia do Jacaré

Crédito: Cacio Murilo/MTur

O litoral sul da Paraíba é um turbilhão de surpresas para os visitantes. Estuários, falésias que se assemelham a caleidoscópios, praias selvagens, arrecifes e um mar cor azul turquesa que hipnotiza os turistas. Outras atrações são a culinária à base de frutos do mar, frutas e hortaliças sem agrotóxicos, trilhas ecológicas e a possibilidade de viver experiências únicas nas comunidades Quilombolas nas cidades do Conde e Pitimbu. Duas importantes cidades turísticas do litoral sul paraibano.

Em Conde, o turista tem a possibilidade de conhecer um litoral único, diferenciado, exótico e com 10 praias com visual inesquecível. As mais tradicionais e conhecidas nacional e internacionalmente são as de Tambaba e Coqueirinho. Tambaba fica a 40 km da capital, e nela se pratica o Naturismo,e é a primeira praia oficial da região Nordeste e o segundo do Brasil.

Coqueirinho, o próprio nome já diz tudo. São muitos coqueiros e uma enseada admirada pela beleza de sua falésia e pelas águas claras e mornas. Em determinado trecho, as ondas são mais intensas e atraem muitos surfistas.

Praia do Coqueirinho
Praia do Coqueirinho

Praia do Coqueirinho

Crédito: Cacio Murilo/MTur

Praia do Coqueirinho
Praia do Coqueirinho

Praia do Coqueirinho

Crédito: Cacio Murilo/MTur

Praia do Coqueirinho
Praia do Coqueirinho

Praia do Coqueirinho

Crédito: Cacio Murilo/MTur

Praia do Coqueirinho
Praia do Coqueirinho

Praia do Coqueirinho

Crédito: Cacio Murilo/MTur

Texto/Fotos: Empresa Paraibana de Turismo-PBTUR