Câmbio 29/11

  • USD/BRL 5,84
  • EUR/BRL 6,59
Voltar para informações

Clique aqui e consulte as exigências de vacinas de cada país

CERTIFICADO INTERNACIONAL DE VACINAÇÃO

O Certificado Internacional de Vacina é o documento que comprova a vacinação contra doenças. Ele é necessário porque alguns países exigem o documento para a entrada em seu território. O Certificado é emitido gratuitamente pela Anvisa.

Se você vai viajar para o exterior, deve consultar se o país de destino exige alguma vacina. Se o seu voo tiver escala ou conexão, confira todos os países por onde irá passar.

As vacinas exigidas nos termos do Regulamento Sanitário Internacional são divulgadas pela Organização Mundial de Saúde – OMS.

Verifique, também, as orientações emitidas para o seu país de destino.

É importante conhecer, com antecedência, os cuidados que devem ser tomados com a saúde.

Consulte seu médico para uma avaliação, principalmente se for portador de alguma doença.

Para casos em que a vacinação ou a profilaxia for contraindicada, o viajante deverá apresentar um Atestado Médico de Isenção de Vacinação, escrito em inglês ou francês. Modelo disponibilizado no site da Anvisa. O atestado pode ser apresentado em outro modelo, desde que contenha as mesmas informações. Esse modelo deve ser preenchido pelo médico do próprio viajante, contraindicando a vacina.

Evite viajar se você for acometido por qualquer doença infecciosa aguda.

Se precisar fazer uso de medicamentos durante a viagem, obtenha a prescrição médica e mantenha-a com você.

Lembre-se de adquirir medicamentos suficientes para toda a viagem.

É importante a atualização das vacinas de acordo com os calendários de vacinação do Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde. Os postos da rede pública oferecem vacinas eficazes e gratuitas.

No momento do registro da vacinação no Cartão Nacional de Vacinação, fique atento. É preciso que sejam anotados o lote da vacina, a data vacinação e o local em você que foi atendido.

Vale lembrar que as vacinas têm um período, que pode variar entre 10 dias e seis semanas, para atingir a proteção esperada. No caso da vacinação contra febre amarela, o não cumprimento do prazo de proteção pode impedir sua entrada em alguns países. Por isso, vacine-se com antecedência.

Saiba como emitir o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia - CIVP.

Maiores informações consulte o site da Anvisa exigências de viagem.